Saiba como se proteger de Varizes e Trombose na gestação

Durante a gestação a quantidade de sangue que circula pelo organismo da mulher aumenta em 50% e, portanto, cresce o trabalho das VEIAS que acabam ficando mais dilatadas.

Quando uma mulher engravida já está com varizes, geralmente por histórico familiar ou por gestações anteriores, a tendência é o AGRAVAMENTO dessas varizes numa nova gravidez e NÃO há melhora após o parto.

Fatores que influenciam varizes e trombose na gestação

Além da hereditariedade, outros fatores influenciam no aparecimento e/ou agravamento das varizes na gravidez como um elevado ganho de peso, ficar muitas horas sentada ou de pé. EVITAR o aumento exagerado de peso diminui a chance de desenvolver varizes na gravidez! O ideal é um aumento de peso entre 9 e 12kg em média.

A presença de varizes durante a gestação aumenta o risco de ocorrer TROMBOSE VENOSA principalmente nas pernas.

Benefícios do uso da MEIA ELÁSTICA de compressão

Melhora a qualidade de vida; proporciona alívio, ajuda na prevenção e na redução de DOR e EDEMA (inchaço); prevenção de VEIAS VARICOSAS ou dilatadas (telangiectasias); redução de distúrbios circulatórios ortostáticos (de pé); redução do risco de TROMBOSE VENOSA PROFUNDA – TVP e de EMBOLIA PULMONAR – TEP.

Para a prevenção da grave e temida TROMBOSE VENOSA na gestação, o uso de MEIAS ELÁSTICAS de compressão desde o início da gravidez é uma RECOMENDAÇÃO médica sistemática e rotineira. Poderá ser indicada também para ser usada no pós-parto e puerpério (6 semanas após o parto).

Como evitar varizes na gravidez

Algumas maneiras de EVITAR VARIZES na gravidez: colocar as pernas para cima no final do dia ou na hora do almoço; caminhar; fazer hidroginástica ou natação; controlar o ganho de peso; evitar ficar muito tempo sentada ou de pé.

Leia  A Importância do Pré-natal na Gestação

Fatores de risco

São FATORES DE RISCO para o surgimento de VARIZES: idade, sexo feminino, histórico familiar, obesidade, exposição prolongada ao calor, tabagismo, sedentarismo, reposição hormonal ou uso de pílulas anticoncepcional e a GRAVIDEZ.

O uso do salto alto tem um efeito positivo na prevenção pois ajuda a contrair a musculatura apertando as veias, porém pode aumentar a chance de torção e o risco de quedas.

Se gostou, compartilhe!
Exclusivo para agendar consultas!