10 dicas importantes que você deve seguir antes de engravidar. Saiba agora mesmo!

Como ter uma gravidez saudável e planejada

1. Seu ginecologista e obstetra

Agende uma visita com um médico ginecologista e obstetra de sua escolha para fazer uma avaliação física e realizar exames complementares muito necessários antes da gravidez. Exames para afastar doenças infecciosas, infecções ginecológicas, anemia, diabete, deficiência vitamínica são fundamentais. Será importante você estar na plenitude de sua saúde. Cuidados pré-gestacional são essenciais para obter uma gravidez saudável e segura obtendo assim os melhores resultados possíveis.

2. Procure estar no seu peso adequado

Será importante que você esteja em bom estado nutricional e no seu peso ideal praticando uma alimentação saudável. O excesso de peso corporal aumenta o risco de desenvolver hipertensão arterial, diabete melito gestacional além de maior sobrecarga pela obesidade na gravidez. Se precisar consulte uma nutricionista para ajudar nesse processo. Tente associar uma alimentação balanceada adequada com a prática de atividade física.

3. Evite o uso de tabaco, bebidas alcoólicas e medicamentos

Pare de fumar. O cigarro mesmo em pequena quantidade tem efeitos nocivos importantes na gestação. Caso você faça uso de algum tipo de medicamento procure conversar com seu médico sobre uma possível substituição ou parada da utilização desta substância. Poucas drogas têm efeito conhecido e seguro na gravidez.

4. Esteja em dia com seu calendário vacinal

Procure atualizar algumas vacinas como do tétano, hepatite, gripe, sarampo, rubéola entre outras. Leve sua carteira de vacinação na consulta médica antes de engravidar.

5. Comece a tomar ácido fólico e vitaminas

Ao pensar em engravidar você deve iniciar a suplementação de ácido fólico e vitaminas, de um a três meses antes, porque o cérebro, sistema nervoso e medula espinhal do bebê são os primeiros órgãos a serem formados a partir do inicio da gestação, logo nas primeiras semanas. A suplementação de ácido fólico ou do metilfolato, sua forma ativa com melhor absorção, ajuda evitar malformação fetal principalmente, se iniciada no período pré-gestacional.

Leia  Saiba como se proteger de Varizes e Trombose na gestação

6. Agende uma visita ao seu dentista

É recomendado passar no dentista antes de tentar engravidar para fazer um check-up. Sabe-se que infecções dentárias ou gengivais podem ocasionar processos inflamatórios deletérios com comprometimento da mãe ou do bebê, além do risco de abortamento ou de parto prematuro. Cuide da sua saúde dentária antes e durante a gravidez.

7. Não adie muito o projeto de ser mãe

Existe um período considerado ideal para se tentar engravidar. Esta época seria entre 19 e 35 anos de idade. Gravidez na adolescência ou após esse período está relacionada com uma elevação dos riscos e problemas relacionados à gestação, desfechos desfavoráveis e aumento na possibilidade de malformação do bebê. Além disso, observa-se queda progressiva na fertilidade feminina a partir de 35 anos de idade.

8. Inicie a prática de atividade física

É indicado começar a fazer exercícios para se preparar bem fisicamente antes da gestação além de auxiliar no importante controle do seu peso ideal. Caso contrário você será liberada para fazer atividade física somente a partir do segundo trimestre da gravidez. Hidroginástica, natação, Pilates, Yoga, exercícios aeróbicos, caminhadas, academia monitorada são compatíveis com a gestação. Essas atividades irão também auxiliar muito no controle do adequado ganho de peso durante a gravidez.

9. Invista no seu emocional

Além do preparo da parte física o cuidado com o aspecto emocional é fundamental para vivenciar a experiência da gestação e maternidade, de modo saudável, tranqüilo e enriquecedor. Envolva seu parceiro nesse processo de decisão e preparação para enfim tornar-se uma família. O ideal é um consenso do casal quanto ao melhor momento de engravidar. Questões relacionadas ao aspecto profissional do trabalho também podem estar envolvidas nessa importante decisão.

Leia  Má postura pode causar dores e afetar os órgãos

10. Verifique a possibilidade de ter um plano de saúde

Ter a cobertura de um convênio médico poderá ser útil para você escolher realizar o pré-natal, assim como o parto, com um obstetra de sua confiança e vínculo neste momento tão especial da sua vida. Deste modo você terá condições de optar pela maternidade de sua preferência para ter seu bebê. Assim como nos preparamos para tudo na vida é fundamental se preparar da melhor maneira possível para vivenciar o momento mais marcante e feliz da vida de uma mulher: o de tornar-se mãe! Boa sorte.

Referências bibliográficas:

FERREIRA, Lais Assenheimer de Paula; PICCINATO, Carla de Azevedo; CORDIOLI, Eduardo  and  ZLOTNIK, Eduardo. Índice de massa corporal pré-gestacional, ganho de peso na gestação e resultado perinatal: estudo descritivo retrospectivo. Einstein (São Paulo) [online]. 2020, vol.18 [cited  2020-10-03], eAO4851

Borges ALV, Santos oA, nascimento nc, chofakian cbn, Gomes-Sponholz fA. Preconception health behaviors associated with pregnancy planning status among brazilian women. Rev Esc Enferm USP. 2016;50(2):208-215. Doi: http://dx.doi.org/10.1590/S0080-623420160000200005

Peixoto, Sergio. Preconcepção Gravidez de 12 meses, editora Roca. janeiro,2009 384 pag

Manual de assistência pré-natal/Sérgio Peixoto. – 2ª. Ed. – São Paulo: Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia (FEBRASGO), 2014.

Se gostou, compartilhe!
Exclusivo para agendar consultas!